Antes eu do que eles

A Prefeitura de Umarizal, no oeste potiguar, segue cheia de curiosidades. Sob argumento de dificuldades financeiras, os salários dos servidores efetivos e comissionados segue em atraso, sempre sendo pagos fora do que determina a legislação, mas com uma exceção curiosa.

O salário da prefeita Elijane Paiva (DEM) e do seu vice são pagos mensalmente e impreterivelmente dentro do mês, todo dia 30.

Ou seja, a prefeita determina que seu salário seja pago, e todos os demais servidores são obrigados a aguardar as possibilidades de pagamento e seus atrasos.

A prefeita, provavelmente, se sente acima do povo que a elegeu.

Vai entender…

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *