Cerca de 500 cadeiras, mesas, e outros equipamentos desaparecem da praça de convivência

Foto: Arquivo

Cerca de 500 cadeiras e mesas que fazem parte do patrimônio da Prefeitura de Mossoró e estavam a disposição dos comerciantes que atuavam na Praça de Convivência, foram levados do local pela ausência de vigilância do local que foi “fechado” pelo prefeito Allyson “influencer” para a reforma, que deveria ter sido iniciada desde o inicio do ano, já que os recursos já estavam assegurados através do Finisa.

Depois que o local foi desocupado pelos comerciantes, a prefeitura simplesmente fechou o espaço com tapumes, mas não colocou nenhum sistema de segurança para garantir que os equipamentos ficassem resguardados durante a reforma. O local foi saqueado e levaram, além das cadeiras de alumínio, mesas, pedras de granitos e estruturas metálicas das mesas, torneiras e outros equipamentos, gerando dessa forma grande prejuízo aos cofres públicos.

A Praça de Convivência é um dos pontos turísticos mais movimentados do Corredor Cultural, já que abriga vários bares e restaurantes e dispõe ainda de música para os consumidores. Mas o local que já vinha enfrentando problemas estruturais, que deveriam ser resolvidos com a reforma anunciada desde já gestão anterior, agora aumentaram como o descaso da Prefeitura em relação a segurança do local. Além da iluminação que também deixa a desejar, principalmente em suas laterais, onde existe menor concentração de bares. Mesmo nos dias em que os bares estão abertos, a falta de segurança coloca em risco também quem usa o espaço para corridas e caminhadas. “ A situação ficou mais complicada com o inicio das obras. O que poderia ser uma solução acabou se tornando um problema ainda maior, já que o local a noite tem ficado ainda mais escuro e abandonado pela falta de segurança”, disse um frequentador do local em contato com a reportagem.

Desde o inicio da manhã deste sábado(2), a reportagem tentou obter uma resposta sobre o desaparecimento dos equipamentos e da ausência de segurança no local, mas não teve retorno. A assessoria nos informou que buscaria informações junto a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SEDAT), mas até o fechamento da reportagem não houve retorno.

Blog de Carlos Costa

2 comentários sobre “Cerca de 500 cadeiras, mesas, e outros equipamentos desaparecem da praça de convivência

  1. Eu era um dos comerciantes da praça e vi por várias vezes arrombamentos e saques por vândalos que buscam esses materiais pra vender nas sucatas certamente.
    Nos últimos dias de funcionamento nós passamos por noites de terror. Estavam roubando tudo da praça. Banheiros arrombados e saqueados entre outros.
    Muito triste essa situação. Por várias vezes nós informamos ao pessoal da secretaria e nenhuma atitude foi tomada.
    Só espero que não venham cobrar de nós a falta de atitude deles. Pq pra nos tirar de lá foi rápido e sem pena.

  2. Blog sem credibilidade de nada viu amigo matéria falsas a anos a praça já se encontra debilitada sem o mínimo condições de uso já se faltava pia torneira até mesmo água piso cheio de buraco a seboseira maior do mundo lá e isso n vem de hj n a anos q se encontra desse jeito agora a mamada acabou aí agora q vc vem postar essa matéria e dizer q e da nova gestão mais vamos aguardar q agora sim a praça vai ser ajeitada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo