Após vexame, campanha de candidato à OAB dá verdadeira arregada

Como noticiado por boa parte da imprensa local, o candidato à presidência da OAB Luiz Carlos teria entrado com uma ação contra a candidatura de Vânia Furtado, dando a entender que a servidora da Casa, conhecida por Neli, estaria intervindo no pleito ou poderia vir a intervir, pelo fato de que sua irmã é candidata na chapa encabeçada pela Professora Vânia.

Após tal fato, Luiz Carlos negou qualquer perseguição, bem como afirmou estar sendo vítima de uma situação mal explicada.

A situação pegou mal. Neli se sentiu atingida, e grande parte da advocacia passou a defender a servidora, que trabalha na instituição há mais de 20 anos.

Segundo advogados, juridicamente foi um erro a ação.

Politicamente um desastre.

O fato é que, após tal situação, o Blog do jornalista Bruno Barreto divulgou (leia aqui) que a chapa de Luiz Carlos apresentou um pedido para desistir da ação.

Ora, mas se não havia perseguição, porquê desistir?

A verdade é que Luiz parece não saber reconhecer, de público, seus erros. Um pedido público de desculpas cairia muito bem, mas não parece ser o perfil do pretenso sucessor ao modo de gerir de Bárbara Paloma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao Topo