Câmara Municipal de Mossoró reafirma importância da UERN

Instituições, entidades e outras organizações da sociedade civil se uniram para celebrar os 51 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), nesta quinta-feira (26), em sessão solene da Câmara Municipal de Mossoró, realizada no Teatro Lauro Monte Filho.

Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça do Estado, Ministério Público Estadual, Prefeitura de Mossoró, entidades de classe e entre outros organismos se juntaram ao Legislativo Mossoroense e à comunidade acadêmica na cerimônia de aniversário da Uern.

Proponente da solenidade, o vereador Professor Francisco Carlos destacou histórico de apoio da Câmara à Uern, como a autorização para estadualizá-la em 1987, e a necessidade de ampliar o ensino superior no Brasil, onde apenas 15% das pessoas entre 25 e 34 anos estão matriculados.

“Daí, a importância da Uern nesse processo. Diante disso, respeitosamente sugiro ao Governo do Estado que instale grupo de trabalho para elaborar proposta de autonomia financeira da Uern, anseio antigo da instituição”, reivindicou Francisco Carlos, professor da universidade.

Ousadia

O professor Antônio Gomes da Silva, em nome dos homenageados, frisou a bravura de uma universidade estadual no interior potiguar. “Contribuímos com a instituição mais ousada surgida em Mossoró e quiçá no Rio Grande do Norte. Agradecemos à Câmara pela homenagem”, disse.

O reitor Pedro Fernandes ressaltou a importância da Uern na produção do saber. “Já entregamos mais de 45 mil diplomas de Graduação, mais de mil de Mestrado e os primeiros de Doutorado”, frisou, ao fazer convite: “Visitem a universidade. Amanhã, poderá seu filho ou sua filha”.

Já a prefeita Rosalba Ciarlini destacou a importância da Uern para Mossoró, Rio Grande do Norte e o Brasil, e pediu salva de palma para padre Sátiro Cavalcanti pela estadualização. “Podemos ter posições diferentes, mas existe uma coisa que nos une: a Uern”, observou.

Governadora lamenta ‘vozes isoladas a criticar Uern’

Em seu discurso, a governadora Fátima Bezerra, chanceler da Uern, lembrou trajetória de luta pela educação pública, ao citar, entre outros exemplos, destinação de mais de R$ 4 milhões em emendas individuais para Uern e defesa de emendas de bancada, quando deputada federal.

Também destacou aumento de investimentos para a instituição entre janeiro e julho de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado. “O total empenhado passou de R$ 122 milhões para R$ 133 milhões, e o total pago saltou de R$ 78 milhões para mais de R$ 100 milhões”, comparou.

Somado a esses valores, segundo a governadora, estão R$ 1 milhão para conclusão de campus da Uern na Zona Norte de Natal e ainda R$ 11 milhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (FECOEP), no qual parte desses recursos será para assistência estudantil.

Fátima Bezerra encerrou o pronunciamento, lamentando “vozes isoladas a criticar a Uern como fardo pesado e gasto. Uern é investimento, desenvolvimento, inclusão. É motor de crescimento, porque atua no desenvolvimento social e econômico do RN”, reconheceu.

Por fim, a sessão solene homenageou 19 pessoas, entre professores, técnicos e alunos, com diplomas, troféus e medalhas, simbolizando todos que contribuíram e contribuem com a Uern. As honrarias foram propostas e entregues pelos vereadores. Marcaram o encerramento da cerimônia.

Informações e foto: Assessoria de imprensa da CMM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao Topo