Jornalista acusa Girão de tentar intimidá-lo. “Não estou no quartel dele”, afirma.

O jornalista Bruno Barreto usou seu perfil do Twitter para afirmar que o Deputado Girão (PSL) tentou intimidá-lo por meio de seus advogados.

Segundo Bruno, o deputado enviou uma notificação extrajudicial solicitando que o jornalista se retrate no prazo de 72h sobre as críticas tecidas.

Na publicação objeto da discussão, o jornalista afirmou que Girão deveria se preocupar com a pandemia, ao invés de promover manifestação golpista.

A cada dia jornalistas vem sofrendo ataques de todas as esferas, seja nacional, estadual ou municipal. Expor opiniões está virando crime em uma sociedade que parece não saber respeitar o pensamento diverso.

Deixo minha solidariedade a Bruno Barreto. O General precisa saber diferenciar entre apresentar direito de resposta e exigir que alguém se retrate sobre o que pensa.

Veja abaixo a publicação no Twitter de Bruno Barreto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao Topo